De La Cruz foi o único amarelado do Flamengo (Foto: Lucas Merçon – FFC)

Parece piada, mas não é. Depois do Flamengo vencer o Fluminense por 2 a 0, sábado, no Maracanã, e ficar bem perto da classificação para a final do Campeonato Carioca, o diretor de futebol rubro-negro Bruno Spindel conseguiu reclamar do árbitro Yuri Elino. Isso mesmo. Num jogo em que o rival cometeu 20 faltas e levou apenas um amarelo (com De La Cruz), o dirigente viu falta de critério.

— Da parte do árbitro, o que a gente viu de mais grave foi a discrepância de critério na área disciplinar. Não cabe, num jogo desse, a discrepância ficar gritante em faltas no Arrascaeta, e ao amarelo no De La Cruz. Não deu amarelo em um lance violento do Felipe Melo, que depois tomaria o segundo. Também precisou do VAR para dar vermelho num lance daquela violência, é totalmente sem sentido — disse.

O Fluminense, por sua vez, cometeu a metade de faltas do Flamengo (dez) e recebeu o triplo de amarelos (Guga, Martinelli e Felipe Melo). Além disso, Thiago Santos foi expulso diretamente com auxílio do VAR após cometer falta em Everton.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *