Mais uma derrota no Campeonato Brasileiro piorou ainda mais o clima do Grêmio com a torcida, e internamente também. Nesta quarta-feira (10), após perder de 2 a 0 para o Cruzeiro, no Centenário, em Caxias do Sul, o técnico Renato Portaluppi fez duras cobranças aos jogadores do Grêmio. Com a derrota, o time gaúcho segue no Z4, em 18º lugar com 11 pontos.

Renato afirmou que os atletas precisam ter “vergonha cara” para jogar no Tricolor. Em menos de dois minutos, o Grêmio levou dois gols do Cruzeiro na partida.

“Eu tenho falado para eles que, nos últimos jogos, tenho vergonha de chegar no hotel. Eu tenho vergonha na cara. O que eu falei para eles hoje, alguns, não são todos, alguns também precisam ter vergonha na cara. Eles tem que saber o tamanho do Grêmio, onde estão. Eles têm tudo, não falta absolutamente nada. Agora, tem que ter entrega dentro de campo”, disparou Renato.

E apesar do forte tom adotado na coletiva, o treinador também garantiu que pode extrair mais do grupo, e que confia em seus jogadores.

“Vamos trabalhar para conseguir a classificação na Copa do Brasil. É um outro campeonato, mas isso aumenta a confiança do grupo. Tudo no futebol se resume a uma palavra só que se chama vitória”, destacou.

Depois da derrota para o clube Celeste, o Tricolor enfrenta o Operário, no próximo domingo (14), pelo jogo da volta da terceira fase da Copa do Brasil. O jogo de ida acabou em 0 a 0, em Ponta Grossa, em abril.

Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

versão original

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *