O Palmeiras vai entrar na Justiça para cobrar um prejuízo milionário. Segundo informação do ge, o Verdão está se preparando para acionar a Real Arenas, empresa da WTorre responsável pela gestão do Allianz Parque, por conta do período de interdição da casa palestrina.

O clube entende que está sendo prejudicado financeiramente devido a troca de gramado que está sendo feita na arena e tem previsão para ser concluída entre fevereiro e março. Por essa razão, o departamento jurídico avalia o cenário e a possibilidade de cobrar uma indenização da parceira.

Sempre que o time precisa trocar o Allianz pela Arena Barueri, a queda na receita é considerável. Na vitória por 2 a 0 sobre o Ituano, pelo Paulistão, pouco mais de 8 mil torcedores estiveram presentes e a renda líquida foi de R$ 34.277,46, uma diferença e tanto para as partidas no Allianz.

No contrato firmado entre o Alviverde e a Wtorre há a previsão do pagamento de 50% do valor da bilheteria de partidas que a equipe fizer fora da arena. Contudo, esse é mais um ponto que é discutido entre as partes na arbitragem nos tribunais – o Verde cobra mais de R$ 136 milhões da construtora por repasses não realizados.

Palmeiras jogará clássico fora do Allianz Parque

Além da questão financeira, esse assunto contempla também o prejuízo esportivo sofrido pelo time palmeirense, que precisa mandar duelos em outros estádios e não em sua casa, onde está familiarizado a jogar e conta com o apoio da torcida que canta e vibra.

Assim como no embate contra o Ituano, o Dérbi contra o Corinthians, no dia 18 de fevereiro, também será na Arena Barueri. E depois do clássico, a tendência é que o compromisso diante do Mirassol, no dia 24, seja confirmado para acontecer no mesmo local.

Paulista, 24 anos, jornalista em formação. Apaixonado por futebol e por palavras, faço o que mais gosto (falar sobre o esporte bretão) por meio do que considero ser meu ofício (a atividade jornalística). Ambos, jogo e jornalismo, vão além de suas aparências (pessoas correndo atrás de uma bola e noticiando fatos) e, na verdade, são reflexos do social – eu sou um produto dessas duas coisas e de outras tantas que também as compõem.

Comentários estão fechados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *