Matheus Pereira não virá mesmo para o Palmeiras. O meia-atacante, que outrora fez parte dos planos do clube, está perto de chegar a uma definição a respeito do seu futuro no futebol. Resta saber apenas se será no Cruzeiro ou no Al-Hilal, da Arábia Saudita.

O jogador está emprestado pela agremiação saudita ao time celeste até o fim de junho. O compromisso firmado entre as equipes inclui o pagamento dividido entre as partes dos salários do atleta. Além disso, o documento prevê opção de compra em definitivo por 12 milhões de euros (cerca de R$ 60 milhões).

Segundo informação do ge, o clube de Ronaldo Fenômeno abriu conversas com os árabes para ficar com o meia de vez. Contudo, por conta dos valores envolvidos, a negociação é vista como complexa pela direção celeste, tanto no que diz respeito aos vencimentos do profissional quanto à grana da transferência.

Da parte de Matheus, torcedor cruzeirense, o desejo é por seguir no clube. Um dos destaques da equipe na atual temporada, o camisa 10 soma um gol marcado e cinco assistências concedidas em 10 partidas disputadas.

Matheus Pereira já foi especulado no Palmeiras

Na primeira janela de transferências do ano, um dos objetivos do Verdão era contratar um meia-atacante para ser alternativa a Raphael Veiga e, eventualmente, jogar ao lado do camisa 23 no time treinado por Abel Ferreira.

Tendo isso em vista, o nome de Matheus passou a ser ligado ao Palestra no noticiário do mercado da bola. No entanto, não houve negociação entre as partes e a possível vinda do meio-campista ficou apenas no campo do rumor.

Paulista, 24 anos, jornalista em formação. Apaixonado por futebol e por palavras, faço o que mais gosto (falar sobre o esporte bretão) por meio do que considero ser meu ofício (a atividade jornalística). Ambos, jogo e jornalismo, vão além de suas aparências (pessoas correndo atrás de uma bola e noticiando fatos) e, na verdade, são reflexos do social – eu sou um produto dessas duas coisas e de outras tantas que também as compõem.

Comentários estão fechados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *