Após um 2023 marcado por um crescimento significativo, a McLaren se prepara para enfrentar a nova temporada com grandes ambições. A equipe britânica, que ficou atrás da Red Bull no ano passado, pode contar com uma dupla de pilotos que, apesar de serem os mais jovens do grid, estão certamente entre os mais interessantes e competitivos.

De um lado, Oscar Piastri, que em sua temporada de estreia na F1 venceu uma Sprint Race no Qatar e conquistou dois pódios. Do outro lado está o especialista e líder incontestável da equipe, Lando Norris, que, apesar disso, ainda busca sua primeira vitória na categoria principal.

Apesar de já ser um piloto estabelecido, o britânico reconhece que ainda há espaço para melhorias em busca da tão sonhada vitória e revelou ter trabalhado durante o intervalo em um de seus pontos fracos: os erros nas voltas decisivas da qualificação.

“Para a qualificação tentei melhorar várias características…em termos de condução e método de trabalho. Trabalhei muito no simulador para entender meus erros. Às vezes é difícil melhorar em certas áreas até você dirigir o carro real, mas fiz o que pude em todas as áreas, inclusive mental” – revelou a atual estrela da McLaren

Norris quer diminuir os erros em 2024

Norris enfatizou a importância de minimizar esse tipo de erros, destacando que será fundamental em um período em que as diferenças de desempenho entre os carros provavelmente diminuirão. Ele afirmou: “Apesar do último campeonato ter sido mais dominante do que nunca, a lacuna entre os primeiros e os últimos colocados foi uma das menores durante a maior parte da temporada.

“Entre o segundo e o último lugar, talvez houvesse menos de meio segundo de diferença. Estou certo de que nos próximos dois anos veremos disparidades muito próximas. No passado, se você não fizesse uma volta perfeita ou cometesse um erro, talvez pudesse evitar grandes repercussões. Hoje, acredito que há muito menos margem para erro. Para alcançar resultados consistentes, somos agora obrigados a cometer o mínimo de erros possível, a trabalhar ainda mais e a buscar a perfeição.” – finalizou o britânico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *