Juventude avança nos pênaltis e Inter chega a seu maior jejum de títulos gaúchos
Juventude celebra façanha no Beira-Rio – Divulgação/Juventude

Publicidade

O objetivo de reconquistar o título estadual depois de oito anos terminou em frustração para o Inter. Na noite desta segunda-feira, 26, o Colorado foi eliminado nos pênaltis pelo Juventude, na semifinal do Campeonato Gaúcho, após empate em 1 a 1 no tempo normal, em pleno Beira-Rio.

Com o resultado, o Inter, que não é campeão desde 2016, chegou a seu maior jejum sem taças do Gaúcho: oito anos de seca. Antes, havia igualado os sete anos sem conquistas de 1962 a 1968.

Zé Marcos abriu o placar para a equipe de Caixas na primeira etapa e Renê fez o gol que garantiu as penalidades (o jogo de ida terminou em 0 a 0). Nas penalidades, o zagueiro Robert Renan desperdiçou sua cobrança de forma bizarra, ao tentar uma cavadinha, e parou em Gabriel. Na sequência, Kelvi fez o gol que levou o Juventude à final.

Foi nesse pênalti de Robert Renan que o Internacional foi eliminado do Gaúcho e o Juventude avança para a final. pic.twitter.com/KJE0Ss775Y

— ⚽ (@DoentesPFutebol) March 26, 2024

Na decisão, o Juventude enfrentará o vencedor de Grêmio e Caxias, que duelam na terça-feira, 26, na Arena do Grêmio. No jogo de ida, o Tricolor, atual hexacampeão, venceu por 2 a 1.

O Inter ainda é o maior campeão gaúcho com 45 taças, mas já vê o Grêmio, com 42, se aproximar. De volta à elite do Brasileirão, o Juventude, campeão uma única vez, em 1998, tentará encerrar o jejum de 26 anos.

Maiores jejuns do Inter no Gaúchão 

8 anos: em curso (1917 a 2024)
7 anos: 1 vez (1962 – 1968)
6 anos: 3 vezes (1985-1990, 1928-1933 e e 1919-1926*)
5 anos: 3 vezes (2017-2021, 1956-1960 e 1935-1939)
4 anos: 2 vezes (2017-2020 e 1998-2001)

*O Gaúcho não foi disputado em 1923 e 1924

Para fazer parte da nossa comunidade, acompanhe a Placar nas mídias sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *