Lewis Hamilton

Lewis Hamilton admitiu que uma mudança nas condições do vento no Albert Park deixou seu carro no “fio da navalha” depois de ser eliminado na segunda parte da classificação para o GP da Austrália.

O heptacampeão mundial conquistou oito pole positions em Melbourne, e apesar das dificuldades na sexta-feira, parecia muito mais confortável com seu W15 nos últimos treinos antes da definição do grid.

Mas as saídas de traseira em sua tentativa final no Q2 o deixaram apenas em nono na bandeira quadriculada, sendo eliminado quando Yuki Tsunoda e Lance Stroll melhoraram.

“O TL3 foi muito bom para nós, eu estava me sentindo bem e otimista na classificação”, disse Hamilton à mídia. “Mas então o vento aumentou um pouco, como ontem, e o carro ficou no fio da navalha”.

Ao ser questionado sobre suas perspectivas na corrida, Hamilton respondeu: “Não fiz um stint longo, então não sei, mas os outros caras ao nosso redor estão muito rápidos. Porém, é um novo dia”.

A Mercedes esperava um passo à frente significativo com o W15 após as dificuldades com seus dois antecessores no atual regulamentos da Fórmula 1, introduzido na temporada 2022.

“Já são três anos consecutivos tendo uma sensação semelhante”, admitiu Hamilton. “Há picos de ‘poderia ser bom’, como de manhã, e depois meio que desaparece”.

“Se pudermos trabalhar do nosso jeito, encontrar essa qualidade no carro, torná-lo mais consistente e manter isso, talvez possamos ser mais competitivos. Contudo, há muito trabalho a fazer”.

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *