O Flamengo efetuou em 2023 a maior compra de sua história, cerca de R$ 92 milhões, para trazer novamente ao elenco o meio-campista Gerson. Inclusive, o jogador havia sido vendido ao Olympique de Marselha (FRA) alguns anos antes.

Buscando fortalecer ainda mais o plantel na temporada passada, a diretoria do Flamengo resolveu recomprar Gerson, que estava na França e figurava entre os titulares e reservas. No começo, o atleta demorou até reencontrar o bom futebol e virar titular absoluto do time, terminando a temporada passada em alta.

No Olympique de Marselha, o meia foi vice-campeão francês sob o comando de Jorge Sampaoli, disputando 35 dos 38 jogos do Campeonato Francês de 2021/22, 82% deles entre os onze iniciais. Além disso, marcou 9 gols e deu quatro assistências, terceiro maior goleador de seu time na campanha da Ligue 1. 

Depois de vender, Flamengo comprou novamente e realizou a maior contratação de sua história

O problema foi quando o treinador deixou a equipe na temporada seguinte. Gerson teve um desempenho abaixo do esperado e ficou boa parte no banco de reservas no comando do novo técnico. Dessa forma, acabou sendo vendido depois de um ano e meio no time francês.

Comprado pelo Flamengo em 2019 por 11 milhões de euros, teve sua melhor temporada, conquistando no final do ano a Libertadores e o Campeonato Brasileiro. Em junho de 2021, foi vendido ao Olympique de Marselha por 25 milhões de euros (R$ 154 milhões na cotação da época) e recomprado posteriormente por R$ 92 milhões.

Outros nomes do atual elenco também figuram entre as compras mais caras já feitas no futebol brasileiro. Em primeiro lugar está Gerson, na sequência vem Pedro, Éverton Cebolinha, Gabigol, De La Cruz e Arrascaeta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *