CNN Esportes

Ex-zagueiro do Atlético-MG, Welton Felipe ficou marcado por uma agressão ao ex-atacante do Cruzeiro, Kléber Gladiador, durante a final do Campeonato Mineiro de 2009.

Cria da base alvinegra, ele acabou expulso no jogo em que o time celeste sacramentou o bicampeonato estadual.

Welton Felipe não se arrepende do chute que acertou em Kléber no empate por 1 a 1 no Mineirão. No primeiro jogo, o Cruzeiro havia vencido por 5 a 0 e encaminhado a conquista da taça.

Em entrevista ao Canal do Frossard, o ex-zagueiro relembrou o fato e diz que agrediu o ex-rival após provocação no clássico anterior.

“Tive duas expulsões no clássico. Na expulsão com o Kleber, eu não me arrependo do que eu fiz. Eu estava no banco no primeiro jogo, que a gente perdeu por 5 a 0, e ele veio em minha direção imitando uma galinha. Aquilo me subiu uma raiva grande, eu falava que se o encontrasse, sairia na porrada com ele”, disse Welton Felipe.

“Aquilo ficou na minha mente a semana toda. Eu falava com meu pai, que pegaria ele na porrada se o encontrasse. E eu acabei levando isso para o jogo. Tive a oportunidade de jogar o segundo jogo da final. Eu estava fazendo um jogo muito bom, a gente empatou por 1 a 1. No fim do jogo, eu falei que daria uma porrada nele. Era a hora dele. Era um cara muito enjoado, gostava de contato, trombar com zagueiro, ficava discutindo. Não à toa, ganhou apelido de Gladiador”, completou.

Hoje não faria

Welton Felipe afirmou que o hoje, com a maturidade adquirida durante a vida, não agrediria o ex-jogador do Cruzeiro. Ele revelou que entrava em campo nos clássicos como se fosse um jogo de Copa do Mundo.

“O Welton, de hoje, enxerga no Welton dos clássicos contra o Cruzeiro com falta de emocional. Faltou tranquilidade, parte mental. Não se resolve na base da brutalidade. Mas o Welton daquele tempo não tinha essa maturidade. Eu entrava pilhado, entrava como se fosse uma Copa do Mundo. Isso para um defensor é muito ruim”, concluiu.

Welton Felipe foi revelado pelo Atlético-MG. Pelo clube alvinegro, foram 45 jogos e um gol marcado. Ele deixou o Galo em 2010 e rodou por outros clubes até a aposentadoria.

Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

versão original

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *