Em julgamento realizado na última terça-feira (30), o pleno do Tribunal de Justiça Desportiva do Amapá (TJD-AP) decidiu pela exclusão dos quatro semifinalistas do Campeonato Amapaense: Independente, Oratório, Santos-AP e Trem-AP.

No julgamento, foi determinado que quatro times descumpriram o artigo 214, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que diz respeito à escalações irregulares de jogadores.

Além da exclusão, o TJD-AP também aplicou uma multa de R$ 4 mil para Independente, Oratório e Trem-AP, e de R$ 8 mil ao Santos-AP. A decisão, em primeira instância, ainda cabe recurso.

O que diz a Federação Amapaense?

Em nota divulgada nas redes sociais, a Federação Amapaense de Futebol (FAF) informou que vai aguardar o esgotamento das etapas jurídicas para tomar uma decisão.

“Somente após a conclusão de todas as etapas legais e com a publicação dos resultados finais, poderemos determinar, de acordo com a legislação vigente, os finalistas do Amapazão ou quaisquer outras medidas que se façam necessárias”, diz trecho do comunicado.

Entenda os casos

O Santos-AP alega que Neto Oliveira e Sandro Macapá, ambos do Trem-AP, haviam recebido três cartões amarelos e, por isso, estariam suspensos. O time rubro-negro, por sua vez, diz que Felipe Oliveira e Dock, ambos atletas do adversário, estariam na mesma situação.

O Independente denunciou que o atleta David Filipe, do Oratório, estaria suspenso, uma vez que recebeu cartão vermelho na penúltima partida do Estadual do ano passado. O jogador, portanto, teria atuado de forma irregular nesta temporada.

Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

versão original

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *