O Cruzeiro se movimenta no mercado em busca de reforços para a janela de transferências do meio do ano. A diretoria celeste monitora dois nomes que estão fora do Brasil: o zagueiro Yerry Mina e o volante Gustavo Cuéllar, ambos colombianos.

Mina, de 29 anos, atualmente defende o Cagliari, da Itália. O zagueiro tem contrato com a equipe italiana até junho deste ano e depois ficará livre no mercado.

O interesse cruzeirense em Mina partiu do novo CEO de futebol do clube, Alexandre Mattos. O executivo tem procurado opções para reforçar o elenco de Fernando Seabra e enxerga no zagueiro colombiano uma boa oportunidade.

Mattos trabalhou com Mina no Palmeiras entre 2016 e 2017, antes de ser vendido ao Barcelona por R$ 48 milhões, em 2018.

Naquela época, Mina foi a segunda maior venda da década no Palmeiras, ficando atrás apenas de Gabriel Jesus, negociado com o Manchester City-ING por R$ 121 milhões.

Alexandre Mattos contratou Mina para o Palmeiras, após o defensor se destacar no Independiente Santa Fe, da Colômbia, em 2016.

Cuellar

Outro jogador que está na mira do Cruzeiro é o volante Gustavo Cuellar. Atualmente no Al-Shabab-FC, da Arábia Saudita, o meio-campista tem contrato com os árabes até junho de 2026.

Segundo apuração da Itatiaia, a intenção do Cruzeiro é tentar um empréstimo de Cuellar, jogador que está na lista de interesses de Alexandre Mattos há um tempo.

No começo deste ano, Mattos tentou levar o jogador ao Vasco. O dirigente até conseguiu um acordo para a contratação de Cuéllar, mas a empresa dona da SAF vascaína, a 777 Partners, vetou o investimento para a aquisição do atleta.

Em 2016, Gustavo Cuéllar esteve na mira do Cruzeiro. O clube celeste abriu negociações para contratar o jogador, que estava ligado ao Deportivo Cali e ao Junior Barranquilla. Porém, o negócio não avançou e o meio-campista acabou acertando com o Flamengo.

Antes de se transferir para o Al-Shabab, Cuéllar jogou no Al-Hilal, onde foi companheiro de equipe do camisa 10 do Cruzeiro, Matheus Pereira.

Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

versão original

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *