Embora tenha saído derrotado em La Paz na sua estrada pela Libertadores, o Grêmio garante não sentir a derrota desta terça-feira (2), para o The Strongest. Afinal, a equipe jogou com um time formado majoritariamente por reservas. Isto porque, já no próximo fim de semana, o Tricolor recebe o Juventude, pela decisão do Campeonato Gaúcho. Se vencer, o clube fatura o heptacampeonato estadual.

O técnico Renato Gaúcho admitiu as dificuldades de uma partida na altitude de 3.600 m. Ainda assim, ponderou que a derrota não irá pisar tanto no planejamento da equipe nesta Libertadores. Ele destacou a importância de vencer o Juventude e, posteriormente, priorizar a sequência da competição continental:

“Tínhamos uma equipe desentrosada, eles (The Strongest) fizeram 2 a 0 em falhas nossas. Demoramos a entender a altitude, especialmente no primeiro tempo. Corrigimos algumas coisas, melhoramos e tentamos o empate, mas levamos o segundo gol. Na altitude, realmente é muito difícil jogar. Sou pago para pensar, tenho uma decisão no sábado e mais cinco jogos na Libertadores. Poderia trazer dois, três jogadores, mas e se eles machucam? Faria tudo de novo, até porque confio no meu grupo. Deixei a equipe descansando, daqui a quatro dias temos decisão de título e, na Libertadores, temos tempo para recuperar”.

Depois da decisão diante do Juventude, no sábado, o Grêmio volta a campo em casa, pela Libertadores. O adversário será o Huachipato, na próxima terça-feira, dia 9.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *