O Cruzeiro amargou a segunda derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira (3), o time celeste perdeu por 1 a 0 para o Criciúma, no estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina, pela 14ª rodada da competição. O gol do jogo foi marcado pelo congolês Bolasie.

Com a derrota, o Cruzeiro caiu para a oitava colocação, estacionando nos 20 pontos, com 13 jogos. A equipe celeste tem uma partida a menos, já que o jogo contra o Internacional, válido pela quinta rodada, foi adiado pelas fortes chuvas no Rio Grande do Sul.

Com essa sequência de derrotas (Flamengo e Criciúma), o Cruzeiro despencou três posições na classificação. Antes de perder para o Fla, o time celeste era o quinto colocado.

Depois de dois jogos fora de casa, a próxima partida do Cruzeiro será contra o Corinthians, neste domingo (7), às 16h (de Brasília), no Mineirão. O Criciúma visita o Vitória, no mesmo dia, às 18h30.

O jogo

O primeiro tempo teve um Cruzeiro dominante e com mais chances criadas. Apesar do volume, o time de Fernando Seabra desperdiçou as oportunidades.

A equipe celeste registrou na primeira etapa mais posse de bola (60%) e chutou 11 vezes ao gol de gustavo, que fez quatro intervenções.

O Cruzeiro teve uma grande chance, aos 16 minutos. Depois de um bate-rebate dentro da área, a bola sobrou nos pés do zagueiro Zé Ivaldo. O camisa 5, na frente do gol, chutou em cima do goleiro Gustavo.

No segundo tempo, um golpe fatal logo no começo. Aos 30 segundos, Bolasie marcou o gol do Criciúma, após falha coletiva do sistema defensivo do Cruzeiro.

O domínio cruzeirense no primeiro tempo, mesmo após o gol, se manteve na etapa final. Entretanto, a equipe celeste não conseguiu traduzir a maior posse de bola em chances efetivas. Era o famoso domínio estéril, sem a produtividade necessária para empatar a partida.

Confusão após o apito final

Após o fim do jogo, uma confusão aconteceu no centro do gramado do Heriberto Hülse. Jogadores e membros das comissões técnicas de ambas as equipes discutiram de forma mais acintosa, com empurrões e xingamentos.

No lado do Cruzeiro, os mais exaltados foram Matheus Pereira, Neris, Lucas Villalba e Wesley Gasolina. No Criciúma, o técnico Cláudio Tencati, Arthur Caíke e Eder também se exaltaram.

Estreia com Seabra

O lateral-direito Helibelton Palacios fez o seu primeiro jogo na temporada com o técnico Fernando Seabra. Escolhido para substituir William, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o colombiano só tinha jogado uma vez nesta temporada.

A única partida de Palacios neste ano foi na vitória do Cruzeiro por 2 a 1 sobre o Villa Nova, no dia 24 de janeiro, no estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima. À época, Nicolas Larcamón era o treinador da equipe celeste e escalou o colombiano como zagueiro.

Criciúma com vários ex-Cruzeiro

A partida marcou o reencontro de quatro jogadores do Criciúma com o Cruzeiro. Marcelo Hermes, Allano, Marquinhos Gabriel e Arthur Caíke já vestiram a camisa celeste e ficaram frente a frente com o ex-clube.

Do quarteto, apenas Hermes começou na equipe titular. Os demais ficaram no banco.

Allano jogou no Cruzeiro entre 20215 e 2017. Marcelo Hermes vestiu a camisa estrelada entre 2018 e 2020. Marquinhos Gabriel passou pela Toca da Raposa II entre 2019 e 2020. Já Arthur Caíke jogou no clube entre 2020 e 2021.

Cronologia do jogo

Aos 30 segundo do segundo tempo, Marcelo Hermes cruzou na área, a defesa do Cruzeiro falhou. Claudinho cruzou rasteiro e encontrou Bolasie, que, sozinho, empurrou a bola para o fundo das redes. O lance foi validado pelo árbitro de vídeo, após ser descartado um possível impedimento: 1 a 0.

Aos 46 minutos do segundo tempo, o atacante Allano recebeu o segundo cartão amarelo, e, consequentemente, o cartão vermelho, após retardar a retomada da partida.

Ao fim da partida, uma confusão aconteceu no centro do gramado. Jogadores de Cruzeiro e Criciúma, além de membros das comissões técnicas, discutiram de forma acintosa.

Criciúma

Gustavo; Claudinho, Walisson Maia, Rodrigo e Miguel Trauco; Barreto, Ronald Lopes (Fellipe Mateus), Marcelo Hermes e Matheusinho (Newton); Eder (Arthur Caíke) e Bolasie (Allano). Técnico: Cláudio Tencati

Cruzeiro

Anderson; Palacios (Arthur Viana), Zé Ivaldo, João Marcelo e Kaiki (Matheus Vital); Lucas Romero, Lucas Silva (Vitinho), Ramiro (Álvaro Barreal) e Matheus Pereira; Arthur Gomes (Robert) e Gabriel Veron. Técnico Fernando Seara

Motivo: 14ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)
Data e horário: 3 de julho de 2024, quarta-feira (3), às 20h (de Brasília)
Árbitro: Joao Vitor Gobi (SP)
Assistentes: Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
VAR: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho (RJ)
Gol: Bolasie (30s 2ºT)
Cartão amarelo: Zé Ivaldo, João Marcelo (CRU); Matheusinho (CRI)
Cartão vermelho: Allano (Criciúma)
Público total: 12.352
Renda bruta: R$ 490.140,00

Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

versão original

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *