Nesta quinta-feira (4), o Corinthians quebrou a série de jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro ao superar o Vitória, em 3 a 2, na Neo Química Arena.

O duelo foi válido pela 14ª rodada do torneio nacional e marcou o 10º jogo seguido sem vitória do Timão.

A partida se iniciou de maneira promissora para o Corinthians, com Rodrigo Garro marcando o primeiro gol do duelo. O Vitória logo empatou com Alerrandro, mas viu o argentino botar o Timão à frente mais uma vez com um golaço de fora da área.

Com o resultado, o Timão sobe à 17ª colocação, com dez pontos conquistados. O Vitória, por sua vez, fica em 16º, com 13 pontos.

A equipe alvinegra volta a campo neste domingo (7), quando encara o Cruzeiro no Mineirão. Neste mesmo dia, no Barradão, o Vitória recebe o Criciúma.

Nova cara no banco

Com a demissão do técnico António Oliveira, o Corinthians foi comandado por um treinador interino diante do Vitória. Quem esteve à frente da equipe foi Raphael Laruccia, treinador do Sub-20 alvinegro, que ficará no posto até que o clube anuncie um novo comandante.

Para o duelo, ele não pôde contar com o volante Breno Bidon, que cumpriu suspensão após ser punido com o terceiro cartão amarelo diante do Palmeiras. Assim, ele compôs o meio-campo com Rodrigo Garro e Igor Coronado à frente de Raniele.

Timão na frente

Com um duelo bastante nivelado em Itaquera, o Corinthians se mostrou cada vez mais nervoso com o equilíbrio de chances diante do Vitória. Os ânimos foram aliviados quando Rodrigo Garro, de perna esquerda, abriu o placar.

A jogada se iniciou pelo lado direito em uma triangulação entre Igor Coronado, Matheuzinho e Pedro Henrique. O atacante trouxe para o meio e tocou para Rodrigo Garro, na entrada da área, que bateu de perna esquerda e viu Lucas Arcanjo aceitar o arremate.

Batendo cabeças

Com o gol, o Corinthians baixou suas linhas e deixou o Vitória cada vez mais à vontade no jogo, a ponto de conseguir empatar a partida. O tento da equipe baiana veio em pane na defesa alvinegra, que deixou Alerrandro cara a cara com Matheus Donelli.

O lance surgiu em cruzamento de Lucas Esteves, pelo lado esquerdo, que mirou o fundo da área. Hugo, em condições de afastar, viu a bola bater em sua canela e sobrar em Alerrandro, que teve o único trabalho de deslocar Donelli e abrir o placar.

De placa!

Pouco depois do gol sofrido, Rodrigo Garro voltou a colocar o Corinthians à frente. Desta vez, em grande estilo, se aproveitando de bola sobrada em escanteio e acertando o ângulo de Lucas Arcanjo.

Foi o quarto gol do camisa 10 argentino nesta temporada. Curiosamente, os dois primeiros com bola rolando surgiram diante do Vitória.

Sem chances

Recuado na segunda etapa, o Corinthians já gastava tempo e buscava somente se defender para evitar um novo jogo sem vitória no Campeonato Brasileiro. A proposta, porém, foi por água abaixo na reta final da partida, quando Léo Mana bateu com a mão na bola e cometeu pênalti.

Na cobrança, Alerrandro bateu alto, deslocando Donelli, e empatando a partida para o Vitória.

Explosão!

A Neo Química Arena foi abaixo aos 50 minutos da segunda etapa, com um herói improvável. Dos pés de Giovane, o Corinthians virou o duelo.

O jovem se aproveitou de bola sobrada em escanteio na linha da pequena área. O camisa 17 bateu de primeira, de voleio, e virou o placar para o Corinthians.

Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

versão original

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *