O Atlético-MG chegou a três partidas sem vitórias no Campeonato Brasileiro. Neste domingo (23), o time comandado pelo técnico Gabriel Milito empatou por 1 a 1 com o Fortaleza, em duelo da 11ª rodada.

O gol atleticano, que deixou tudo igual na Arena MRV, foi marcado por Paulinho, artilheiro da equipe na temporada. Breno Lopes marcou pelos visitantes.

O Alvinegro volta a campo na próxima quarta-feira (26) e encara o Internacional. A partida contra os comandados de Eduardo Coudet está marcada para 21h30 e será disputada no Heriberto Hülse, em Criciúma. O Leão do Pici, do técnico Juan Pablo Vojvoda, recebe o Palmeiras no Castelão no mesmo horário.

Posições

Com o empate na Arena MRV, o Atlético continua na 10ª posição do Campeonato Brasileiro, agora com 14 pontos. Já o Fortaleza é o 11°, com a mesma pontuação.

Apresentação de Bernard

O domingo foi marcado pela apresentação oficial do meia-atacante Bernard. De volta ao Galo, após 11 temporadas no exterior, o jogador de 31 anos concedeu coletiva à imprensa e, em seguida, foi a campo falar aos torcedores.

O meio-campista, que já faz atividades na Cidade do Galo, só poderá estrear após 10 de julho, quando reabre a janela de transferências.

Três mudanças no time

Para encarar o Leão do Pici, Milito fez três mudanças no Atlético: saíram Rômulo, Alisson e Pedrinho para as entradas de Lemos, Rabello e Paulinho.

Ausência de Hulk

Desfalque na última rodada, quando cumpriu suspensão pelo cartão vermelho recebido contra o Palmeiras, o atacante Hulk novamente ficou fora.

Desta vez, por motivo particular. Em viagem aos Estados Unidos, o camisa 7 acompanhou o nascimento da filha Aisha. Ele retorna a Belo Horizonte nesta segunda-feira (24).

Duas mudanças ainda no primeiro tempo

Aos 23 minutos, o técnico Gabriel Milito precisou fazer duas alterações no Galo. Saravia e Lemos, com dores, deram lugar a Alisson e Rômulo, respectivamente.

Gol do Fortaleza

No minuto seguinte, veio o primeiro gol da partida. De fora da área, Breno Lopes acertou um belo chute, acertou o ângulo e não deu chances a Everson. O Leão saiu na frente na Arena.

Primeira boa finalização

A primeira grande chance criada pelo Atlético aconteceu aos 31 minutos. Alisson arriscou de fora da área, mas João Ricardo estava bem colocado para a catada.

Ele de novo!

Aos 45, em jogada parecida, Alisson deu mais trabalha ao arqueiro do Leão. Num chute rasteiro, ele quase empatou o confronto. João Ricardo, esperto, espalmou para o lado a bomba do camisa 45.

Torcida pede raça

Aos 33, o torcedor atleticano perdeu a paciência com o futebol apresentado pelos comandados de Milito e pediu “raça”. Na sequência, ecoou o grito de “Galo” pelo estádio.

Quase!

Na volta do intervalo, o Galo foi para cima do Leão. Aos 4 minutos, após grande jogada de Alisson, Battaglia “soltou a bomba” e obrigou o goleiro adversário a fazer nova defesa importante.

Everson salva!

Aos 6, foi a vez do goleiro atleticano trabalhar. Com Fuchs caído ao chão, pedindo falta, o lance seguiu e o camisa 22 precisou entrar em ação, fechando o ângulo do atacante do Tricolor e fazendo grande defesa.

Gol do artilheiro!

Aos 12 minutos, veio o empate. Num chute cruzado, Paulinho não deu chances a João Ricardo e deixou tudo igual na Arena. Foi o 11º gol do camisa 10 em 2024.

Kayzer quase!

Aos 25, Renato Kayzer se posicionou entre Fuchs e Rabello, cabeceia encobrindo Everson, mas a bola foi em direção à trave.

Pressão atleticana

Nos minutos seguintes, o Atlético-MG partiu para cima dos visitantes, buscando o desempate. O colombiano Brahian Palacios, que entrou no lugar de Alisson, deu mais velocidade ao time.

Gustavo Scarpa teve excelente chance após cobrança de falta. O meia do Galo acertou lindo chute na trave. O goleiro João Ricardo ficou estático no lance.

Luta em vão

Atlético-MG e Fortaleza lutaram até o fim na Arena MRV, mas ninguém conseguiu balançar as redes. Fim de jogo e empate que mantém os dois times na parte intermediária da classificação.

Atlético-MG

Everson; Renzo Saravia (Alisson/Palacios), Bruno Fuchs, Mauricio Lemos (Rômulo) e Igor Rabello (Mariano); Rodrigo Battaglia, Matías Zaracho (Pedrinho), Igor Gomes e Gustavo Scarpa; Cadu e Paulinho. Técnico: Gabriel Milito.

Fortaleza

João Ricardo; Tinga, Brítez, Titi e Felipe Jonatan (Bruno Pacheco); Pedro Augusto, Hércules (Zé Welison) e Pochettino (Martínez); Yago Pikachu (Calebe/Pedro Rocha), Renato Kayzer e Breno Lopes. Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Gols: Breno Lopes, aos 24 minutos do primeiro tempo, para o Fortaleza;
Cartões amarelos: Igor Rabello, Bruno Fuchs (CAM); Pochettino, Martinez (FOR)

Motivo: 11ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
Data e horário: domingo, 23 de junho de 2024, às 18h30 (de Brasília)
Local: Arena MRV, em Belo Horizonte
Arbitragem: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
VAR: Daiane Muniz (FIFA-SP)
Público: 20.089
Renda: R$ 1.089.269,92


Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *