A negociação envolvendo Corinthians e Mario Balotelli está avançada, com o clube paulista otimista em um possível acerto. O histórico do italiano possui grandes momentos por clubes e seleção, mas também conta com polêmicas fora de campo.

Balotelli, de 33 anos, está livre após passagem pelo futebol turco, onde defendia o Adana Demirspor. Ele também atuou no Sion, da Suíça, recentemente, e saiu sem deixar saudades.

Além do rebaixamento na Suíça, Balotelli foi acusado de agredir um dirigente do clube, segundo o jornal Blick, e realizava festas na concentração durante a parada de inverno, na Espanha. O jogador também polemizou após chamar a Federação Suíça de mafiosa e corrupta, e insultar torcedores do rival Basel.

Acidente de carro

No final de 2023, o atacante se envolveu em um acidente de carro com seu Audi Q8, na Itália. O jogador precisou ser atendido por uma equipe médica, mas se recusou a fazer o teste do bafômetro na sequência.

Carro de Balotelli destruído após acidente na Itália
Carro de Balotelli destruído após acidente na Itália / Reprodução/Twitter @ZachLowy

Ataque de fúria

Atuando pelo Brescia, em 2019, Balotelli ficou furioso após ser substituído no duelo contra o Genoa. Ao sair de campo, o artilheiro atirou uma câmera na placa de publicidade e foi repreendido, nas redes sociais, pelo fotógrafo Massimo Lovati, proprietário do equipamento.

Outra polêmica com fotógrafo

Quando defendia o Milan, em 2014, o artilheiro se envolveu em uma confusão com um paparazzi, segundo informou a agência Ansa. Balotelli não teria gostado de ser clicado ao lado de sua namorada em um restaurante e trocou agressões e insultos com o fotógrafo.

Treta com técnico no City

Balotelli e o técnico Roberto Mancini teriam discutido durante um treino do Manchester City, em 2013. De acordo com o Daily Mail, o técnico teria se irritado com uma entrada do atacante em um companheiro de equipe e o expulsou das atividades. Balotelli chegou a trocar empurrões após tirar satisfações.

Incêndio

O jogador chegou a escapar ileso de um incêndio em sua casa, quando jogava no futebol inglês em 2011. Segundo os jornais ingleses, o incidente teria ocorrido após fogos de artifício no banheiro da residência.

“Por que sempre eu?”

Dias após o incêndio, Balotelli fez um jogo no clássico de Manchester. entre City e United, e, após marcar um dos gols da partida, mostrou uma camisa com a pergunta Why always me? (Por que sempre eu?). Nove anos depois, ele explicou a frase e fez um longo questionamento sobre polêmicas em sua carreira.

“Quando teve incêndio no meu apartamento de Manchester, eu nem estava em casa. De todos os acidentes, apenas alguns foram culpa minha, três no máximo. Todo o resto é fantasia, tentativas de me prejudicar e contos de fadas”, relatou.

Dardos na garotada

Ainda em 2011, “Super Mario” foi acusado de atirar dardos em direção a jogadores da categoria de base do Manchester City, segundo informou o britânico Independent. O clube inglês tratou o incidente internamente.

Briga em boate

De acordo com o The Sun, o italiano violou uma regra de “não tocar nas dançarinas”, em uma boate inglesa, e acabou sendo expulso junto com seus amigos. O caso ocorreu em 2011, e Balotelli teria encarado e provocado os seguranças do local.

Mario Balotelli com a camisa do Milan
Mario Balotelli em ação pelo Milan; jogador também defendeu a rival Inter /

“Não jogo com meninas”

Mario Balotelli irritou grande parte da Espanha após dar uma declaração polêmica em 2012. Em entrevista para um jornal local, o italiano ironizou ao ser perguntado sobre uma possível parceria com Messi e companhia: “No Barcelona? Não jogo com meninas”.

Camisa do rival

No começo da carreira, Balotelli defendia a Inter de Milão, mas criou polêmica ao vestir a camisa do grande rival Milan, O caso ocorreu durante a gravação de um programa humorístico, e o atacante não sabia que estava sendo gravado.

Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *